Procurar

Seis destinos que você não pode perder

12-02-2018

Seis destinos que você não pode perder

O hábito de viajar sozinho em busca de tranquilidade, transformação e autoconhecimento apareceu em destaque no consumo de produtos turísticos em 2017, segundo a consultoria WGSN, autoridade mundial na previsão de tendências. E de olho nesse público, o buscador Kayak montou uma lista de destinos que atendem a esse desejo de fugir da rotina e respirar novos ares.

CABO POLÔNIO

O povoado que fica no Parque Nacional do Cabo Polônio, no Uruguai, é ideal para se desintoxicar dos aparelhos eletrônicos em praias e natureza. Um dos grandes destaques de viagem são os lobos-marinhos, que atraem os turistas para observação e fotos.

O Farol de Cabo Polônio, atração principal do local, foi construído em 1881 e diz muito sobre a história do povoado. É possível subir no monumento e apreciar a paisagem do alto. Para chegar à cidade é preciso pegar um voo para Punta Del Diabo e, por meio de um aluguel de carro, dirigir até Cabo Polônio.

 

FERNANDO DE NORONHA

O arquipélago é referência em preservação ambiental e da biodiversidade. O local concentra atrações marítimas, como navegar perto de golfinhos ou mergulhar com cilindro junto a corais, tartarugas marinhas e pequenos tubarões.

Entre as praias mais frequentadas pelos moradores, a Praia do Cachorro oferece mergulho com snorkel e práticas de stand up paddle. Já a Praia do Boldró tem visão para os dois pontos principais de Fernando de Noronha: o Morro do Pico e os Dois Irmãos. É possível chegar ao destino a partir de voos saindo de Natal e Recife.

 

JALAPÃO

No Tocantins, o destino conquista cada vez mais amantes do ecoturismo, que buscam apreciar as belezas da natureza e descansar longe da agitação dos centros urbanos. O Fervedouro do Ceiça é uma das principais atrações: as águas da piscina natural jorram com a pressão dos lençóis freáticos e permitem às pessoas boiar sem dificuldades. Como não há aeroporto no Jalapão, a melhor forma de chegar é alugando um carro a partir do aeroporto de Palmas.

 

MACHU PICCHU

Declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco em 1983, Macchu Picchu é a principal atração do Peru. A cidade foi toda construída por pedras e está 2,4 mil metros acima do mar. A energia da “cidade perdida” é ótima os turistas que desejam uma viagem transformadora e para aprender sobre a história e modo de vida dos antigos Incas.

Para aproveitar ao máximo o dia em Machu Picchu é recomendável se hospedar em Águas Calientes e pegar um ônibus até o local. Já os que gostam de mais aventura podem fazer uma trilha de 40 quilômetros.

 

PANTANAL

Entre o noroeste do Mato Grosso do Sul e o sul do Mato Grosso, o Pantanal é uma das maiores planícies inundáveis do planeta, dividida em Pantanal Norte (MT) e Pantanal Sul (MS). Para os amantes de ecoturismo, um passeio pela Estrada Parque e pelo Parque Estadual Encontro das Águas permite observar animais como jacarés, capivaras, ariranhas, aves e, para os turistas de sorte, a onça-pintada. A melhor forma de chegar ao Pantanal é a partir de voos que chegam aos aeroportos de Cuiabá e Campo Grande e alugar um carro para dirigir-se a uma das cidades que compõem a grande região.

 

GALÁPAGOS

A região formada por 58 ilhas vulcânicas, conhecida por abrigar diversas espécies de animais, reúne tartarugas-marinhas e leões-marinhos, que passeiam livremente pelas cidades. Dentre as principais atrações, observar a fauna e fazer um mergulho junto às tartarugas, arraias e lobos-marinhos não podem faltar no roteiro. Baltra abriga o principal aeroporto da região – o Aeroporto de Baltra – e é uma das melhores alternativas para chegar a Galápagos.

Esta web utiliza cookies para obtener datos estadísticos de la navegación de sus usuarios. Si continúas navegando consideramos que aceptas su uso. Más información
Aceptar