Procurar

Sea World Orlando acaba de mergulhar na realidade virtual

16-06-2017

Sea World Orlando acaba de mergulhar na realidade virtual

Após um ano fechada, a primeira montanha-russa do parque será reaberta hoje para o público e quem tiver coragem de se aproveitar umas das suas atrações mais radicais poderá conhecer o ser mitológico que lhe dá nome: o Kraken.

Com a renomeação para Kraken Unleashed, a proposta do parque é a de oferecer a primeira montanha-russa com a experiência virtual completa nos Estados Unidos. Embora não haja planos para estender a tecnologia as outras montanhas-russas do Sea World, o gerente de Experiência e Design do Sea World Parks and Entertainment, Erik Essig, explicou que a experiência na Kraken será única.

“Ela vai muito além do que um simulador seria capaz de oferecer, assim como uma simples realidade virtual. A união desses dois elementos fará com que o público realmente se sinta nas profundezas do oceano”, explicou Essig.

NO FUNDO DO MAR

Uma das mais exigentes, para se aventurar na montanha-russa é preciso ter um tamanho acima de um metro e 38 centímetro, a atração, que chega a 45 metros de altura e 105 quilômetros por hora.

Embora haja a possibilidade de ir na atração sem experimentar a realidade virtual, já que os óculos e fones de ouvidos estão acoplados junto das grades do carrinho, a novidade realmente impressiona e aguça a curiosidade. Os acessórios, aliás, permitem serem adaptados conforme o tamanho de cada pessoa. E funcionários do Sea World ajudam a colocar os acessórios.

Logo que posicionados aos olhos, já é possível estar dentro da realidade criada pelo parque, antes mesmo de o carrinho se movimentar. Ao todo, serão dois minutos em um percurso composto por sete inversões – e que também incluem os chamados loopings.

FILAS E ESPERAS

Aberto para a mídia ontem (15), o Kraken Unleashed demonstrou que a novidade e o tempo precisarão trabalhar juntas. Por demandar um tempo maior de intervalo – visto que além de retirar os assessórios dos visitantes, os funcionários ainda fazem a limpeza –, o parque já tem a solução para evitar as filas.

Composta por 32 assentos, sendo oito fileiras com quatro cadeiras, além de aumentar o número de funcionários dedicados à atração, o Sea World ainda terá um aplicativo gratuito de agendamento. O Save Spot permitirá que o visitante escolha um horário para brincar na montanha-russa e evitará filas de longas durações – ao menos é isso o que promete o parque.

Fonte: www.panrotas.com.br

Esta web utiliza cookies para obtener datos estadísticos de la navegación de sus usuarios. Si continúas navegando consideramos que aceptas su uso. Más información
Aceptar