Procurar

Perfil, gastos e tendências: um raio x do Turismo de luxo

25-12-2017

Perfil, gastos e tendências: um raio x do Turismo de luxo

A Interamerican, junto à Pangaea Network, revelou a quinta edição do Luxury Travel Trends com a intenção de direcionar o trade fazendo uso de informações colhidas junto a 636 profissionais do Turismo em países das Américas e Europa, com informações exclusivas do Brasil. Operadores, agências, hoteleiros e representantes de aéreas e cruzeiros foram apenas alguns dos que fizeram parte do relatório que aponta desde as preferências de compra e perfil do viajante de luxo até os fatores que mais influenciam essa categoria de turistas. 

Confira abaixo os principais pontos abordados pelo Luxury Travel Trends 2017.

O QUE É UMA VIAGEM DE LUXO?

    A questão foi respondida por 30% dos players pela definição de singularidade e exclusividade da experiência, quantidade próxima aos 29% que apontaram o luxo sendo representado pela customização dos serviços. A categoria do hotel (23%) e a classe do voo (12%) também foram citadas para definir o conceito, e só 6% falaram do volume de gastos. 

QUEM SÃO OS VIAJANTES DE LUXO?

    O perfil mostra um indivíduo da Geração X – idade entre 36 e 55 anos – que viaja junto ao parceiro/cônjuge (73%) ou, secundariamente, acompanhado pela família (22%). Os Baby Boomers – com mais de 55 anos de idade – representam a segunda faixa etária que mais compra esse tipo de viagem, apontada por 37% das empresas consultadas. Por fim, a Geração Y – entre 20 e 35 anos de idade – aparece timidamente, com apenas 1% das indicações.

QUANTAS VEZES E POR QUANTO TEMPO VIAJAM?

    São 47% as empresas a mostrarem que a maioria dos clientes viaja duas ou três vezes ao ano. Já 27% falam em apenas uma viagem anual e 26% indicam apenas uma venda no período. 

    O tempo de permanência preferido em uma viagem é entre 7 e 10 dias (49%), e em especial no Brasil (70%) isso é ainda mais evidente. As viagens entre 11 e 13 dias vêm logo em seguida (34%), enquanto as que duram mais de duas semanas (10%) e as que duram menos de sete dias (7%) completam o quadro como minoria.

QUANTO GASTAM?

    O Brasil surge entre os perfis de luxo que mais gastam no mundo todo, uma vez que a maioria dos clientes investe entre 10 e 14,9 mil euros para viajar. A média global está entre 5 e 10 mil euros, número mais próximo da realidade dos países que menos gastam em uma viagem de luxo, Espanha e Escandinávia – entre 5 e 6,9 mil euros. 

PARA ONDE VIAJAM?

    As Maldivas surgem como tendência de destino mundial, mas no Brasil são Tailândia e as ilhas Seychelles que se destacam no topo do ranking, que ainda tem África, Grécia, Itália, Japão e Islândia entre os oito mais procurados pelos brasileiros.

POR QUE VIAJAM?

    Dentro do destino o que mais atrai o viajante global é a opção por um local totalmente privado para descansar com conforto (51%), seguido por experiências gourmet (50%) e culturais (49%), além de atrações sob medida na natureza (43%). Já no Brasil, Tratamentos de beleza e centros de bem-estar (61%), além de compras (38%) são as experiências que mais atraem o cliente 

O QUE/QUEM INFLUENCIA?

    A maioria dos players consultados (71%) aponta sites de destinos, hotéis e companhias aéreas como principal influência sobre os clientes, mas a indicação de amigos e familiares (49%) também se mostra importante. Influenciadores (35%), avaliações online (34%) e catálogos de operadoras (31%) vêm logo em seguida como principais responsáveis para o ganho de popularidade pelo produto.

FUTURO

    A maioria das empresas (82%) acredita que o número de viagens crescerá nos próximos dois ou três anos, com Brasil e França sendo os mercados mais otimistas, esperando uma alta de mais de 10%. Os pontos que geram mais esperança do luxo são novos produtos e destinos, experiências ainda mais diferenciadas das viagens tradicionais, sistemas mais conectados e soluções eco eficientes.

Esta web utiliza cookies para obtener datos estadísticos de la navegación de sus usuarios. Si continúas navegando consideramos que aceptas su uso. Más información
Aceptar