Procurar

Meliá reabre hotéis em Varadero e ilhotas do norte de Cuba depois de furacão a Irma

12-10-2017

Meliá reabre hotéis em Varadero e ilhotas do norte de Cuba depois de furacão a I

O grupo Espanhol Meliá anunciou que reabrirá onze hotéis em Cuba a partir do próximo 15 de Outubro, dois deles no balneário de Varadero e o resto nas ilhotas do centro-norte da Cuba, áreas devastadas pelo furacão Irma que deixou dez mortos e danos econômicos sérios no país Caribenho.   

A empresa com sede na Maiorca mostrou que graças "à cooperação com as autoridades do turismo Cubano" lhe foi possível ter dispostas "em um período breve de tempo as instalações que sofreram danos devido ao intenso fenômeno meteorológico."   

Também avançou aquele que oferecerão produtos renovados" de face à estação alta", devido às melhorias levadas a cabo nas instalações durante a conclusão de quase um mês.   

Os primeiros no recomeço dos serviços serão o Meliá Península Varadero e o Paradisus Varadero, em 15 de Outubro.   

Eles o continuarão, em ilha Santa María (província de Vila Clara), os hotéis Meliá Ilha Santa María e Meliá As Dunas em 1 de Novembro, enquanto o Meliá Buenavista e o Sol Ilha Santa María renovarão operações em 15 de Novembro.   

No arquipélago de Jardins do Rei onde a Irma tocou para terra como furacão de categoria 5 - a máxima na escala o Saffir-Simpson -, o Sol Ilha Coco reabrirá fim em 17 de Outubro e três días depois, o Meliá Ilha Guillermo.   

O Meliá Jardins do Rei reiniciará seus serviços 1 de Novembro, e o Meliá Ilha Coco o precederá  naquele mês o dia 4 e o Sol Ilha Guillermo o dia 15.   

Entre os 8 e 10 de Setembro passados, o poderoso furacão a Irma chicoteou a costa Cubana de Este para oeste onde ele afetarou a 13 das 15 províncias da ilha, enquanto causando 10 mortos e danos materiais consideráveis em alojamentos, infra-estruturas e a agricultura.   

Mais de 1,8 milhões de pessoas foram evacuados para lugares seguros, entre eles os milhares de turistas que tiraram férias nas ilhotas no norte do centro do país, relocalara-se em Trinidad (sul) e Varadero, para uns 150 quilômetros de Havana que também era afetada pelo meteoro.  

Esta web utiliza cookies para obtener datos estadísticos de la navegación de sus usuarios. Si continúas navegando consideramos que aceptas su uso. Más información
Aceptar