Procurar

Cuba constrói primeiro cabo esqui do Caraíba

05-06-2017

Cuba constrói primeiro cabo esqui do Caraíba

A construção de um esqui aquático por tração com cabo em cayo Guillermo, é uma novidade náutica no destino turístico Jardines del Rey.

A instalação, em fase de execução, começará a operar no final do presente ano, o que irá fortalecer a temporada turística de inverno no polo de recreio do norte de Cego de Avila, localizado a uns 500 quilómetros ao este de Havana.

A montagem da obra, a cargo da Companhia Alemã COM-IMPEX, é em áreas próximas ao Centro de Interação com Golfinhos, e perto da área onde se pratica o “kite surf”.

Segundo declarações de Piter Apel, gerente geral da COM-IMPEX, o cabo esqui é um sistema elétrico com um motor que puxa sempre à mesma velocidade, além de ser muito potente e seguro e será o primeiro de seu tipo no área do Caraíbas.

Pertencente à sucursal não hoteleira de Palmares, o cablepark é um produto no qual o cliente pode aprender e praticar as modalidades de esqui aquático e wakeboard a uma velocidade constante.

Ademais não afeta ao meio ambiente, pois a circulação do água traz oxigênio, pelo que aumenta qualitativamente a qualidade do líquido, ou seja, é um equilíbrio perfeito entre a diversão, o esporte e a natureza.

Criado em 1961 pelo engenheiro mecânico alemão Bruno Rixen na atualidade no mundo existem 360 parques em 56 países.

Cayo Guillermo, por suas condições naturais e seu agradável clima durante todo o ano, é um dos principais cenários para o desenvolvimento da náutica recreativa, modalidade que está ganhando força dentro do turismo na Ilha.

Jardines del Rey, formado pelos cayos Coco, Guillermo, Média Lua, Paredón Grande e Antón Chico, está considerado hoje entre os quatro mais importantes destinos turísticos de Cuba.

Possui umas 8 mil habitações em 16 hotéis de 4 e 5 estrelas, uma rica vegetação autóctone e quase 40 quilómetros de excelentes praias de água transparente e fina areia.

Esta web utiliza cookies para obtener datos estadísticos de la navegación de sus usuarios. Si continúas navegando consideramos que aceptas su uso. Más información
Aceptar